Pages

Subscribe:

RÁDIO WEB EM DOSE DUPLA

RÁDIO WEB EM DOSE DUPLA
Tocando o Sucesso de Sempre

JOLUSI AM (Rádio web) 2017

A rádio web JOLUSI AM também está nesse endereço. Agora com áudio e video. Clique no PLAY para ouvir a música.

sexta-feira, 31 de março de 2017

Rock in Rio terá homenagem aos 100 anos do samba com Alcione, Jorge Aragão, Monarco e Criolo

Texto: Matheus Rodrigues
Fonte: G1.Globo.com
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL


Show 'Salve o Samba' irá encerrar atividades do Palco Sunset no primeiro dia do festival. Apresentação terá ainda dança para o público.


O Rock in Rio 2017 anunciou nesta quinta-feira (30) que fará uma homenagem aos 100 anos do samba no fim do primeiro dia do festival. Nomes consagrados como Martinho da Vila, Alcione, Monarco, Mart'nalia, Roberta Sá e Criolo subirão ao Palco Sunset para o show "Salve o Samba". Para fazer o anúncio, alguns dos artistas participantes se reuniram em uma roda de samba na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul do Rio.

Alcione e Jorge Aragão são duas das atrações da homenagem ao samba no Rock in Rio 2017 (Foto: Matheus Rodrigues/G1)



A apresentação irá contar com dois estreantes no festival, Jorge Aragão e Monarcoa. Ambos afirmaram que estão felizes com a participação e garantiram que tudo já está pronto para o show.

"Embora seja a primeira vez, estou me sentindo a vontade, estou muito bem, no meu quintal. Está tudo ajeitado, está tudo arrumado", disse Aragão.





"É uma surpresa agradável. Estou de coração aberto para participar. Agradeço o convite e vamos fazer uma festa", completou Monarco.

Grandes artistas do samba vão encerrar as apresentações do palco Sunset no Rock in Rio


 


Além da apresentação musical, o público poderá assistir a um espetáculo de jongo, dança brasileira de origem africana considerada uma espécie de "avó" do samba. O diretor artístico do Palco Sunset, Zé Ricardo, disse que é uma alegria muito grande trazer o samba para para o Rock in Rio.

"Essa é uma homenagem ao ritmo do nosso país, o samba. É uma novidade desse ano, o encontro dos ritmos de alguns artistas com a dança. É uma grande honra do Palco Sunset. Queremos que o samba tenha uma recepção de gala. É uma coisa que a gente queria há muito tempo, é uma alegria muito grande trazer o samba ao Rock in Rio", Zé Ricardo.



Monarco, Roberta Sá, Zé Ricardo e Mart'nália na roda de samba que anunciou novas atrações do Rock In Rio 2017 (Foto: Matheus Rodrigues/G1)


Outra referência do samba que irá se apresentar é a cantora Alcione, a Marrom. Ela afirmou que está muito feliz em voltar ao festival e disse que rock e samba são estilos que se completam. "Rock tem que ter samba, estamos de volta e vamos voltar sempre. Como pode o Rock in Rio sem o samba?", brincou.




 






quinta-feira, 30 de março de 2017

Boas vendas e público expõem fôlego de 'O grande encontro' após 20 anos

Texto: Mauro Ferreira
Fonte: G1.Globo.com/
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL



Na era da música digital, em que o total de audições de um disco se torna tão ou mais importante do que a quantidade de downloads, números com vendagens de mídias físicas como CD ou DVD já deixaram de ser os principais indicadores do êxito de um projeto fonográfico.

Mas tais números tampouco devem ser desprezados ou ignorados pela mídia e pela indústria do disco. Em recente apresentação na cidade do Rio de Janeiro (RJ) da turnê nacional do show O grande encontro – 20 anos, neste mês de março de 2017, Alceu Valença, Geraldo Azevedo e Elba Ramalho foram agraciados com placa alusiva ao DVD de ouro conquistado pelas vendas do registro audiovisual do espetáculo que reúne os três artistas nordestinos – como visto na foto tirada por Marcelo Ribeiro no palco da Fundição Progresso.



 


Mais do que os números de vendagens, a forte afluência do público aos shows da atual turnê do trio nordestino confirma a força do projeto O grande encontro após duas décadas da primeira reunião. Nem a ausência de Zé Ramalho conseguiu diluir o sucesso da quarta reunião dos cantores. Alceu (que não participou do segundo e do terceiro disco do projeto), Elba e Geraldo driblaram a ausência do colega dissidente com roteiro sedutor, calcado em sucessos. Claro que a magia seria maior se Ramalho também estivesse em cena como em 1996. Mas o fato é que o baião de três se revelou azeitado desde a estreia nacional do show, em setembro de 2016. A placa que celebra o DVD de ouro é somente um dos indicativos do sucesso de projeto que ainda tem fôlego. Quem sabe Ramalho não volta na próxima turnê?


(Crédito da imagem: Alceu Valença, Geraldo Azevedo e Elba Ramalho em foto de divulgação de Marcelo Ribeiro)








segunda-feira, 27 de março de 2017

Letra confusa de Russo ganha música que emula estilo melódico da Legião

Texto: Mauro Ferreira.
Fonte: G1.globo.com
Imagens: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL




Parece que é uma música da Legião Urbana, mas não é. Também parece que quem canta é Renato Russo (1960 – 1996), mas não é. Somente a letra inédita de Apóstolo São João – música lançada hoje, 27 de março de 2017, dia em que Renato Russo faria 57 anos – é mesmo de Russo.


A letra de Apóstolo São João foi uma cinco letras inéditas do artista cedidas pelo filho do cantor e compositor carioca, Giuliano Manfredini, para a Urbana Legion, banda paulistana criada em 2013 para fazer cover da Legião Urbana e formada por Egypcio (voz), Marco Britto (guitarra), Lena Papini (baixo) e Paulo Guilherme (bateria), músicos egressos de grupos como Tihuana e Charlie Brown Jr.





Como pode ser ouvido na gravação disponibilizada em single e em clipe filmado no último apartamento em que Russo morou na cidade do Rio de Janeiro (RJ), no bairro de Ipanema, a voz de Egypcio lembra o timbre e os tons do vocalista da Legião Urbana. Já a música feita pelos integrantes da Urbana Legion emula o estilo melódico das canções da Legião.




Aquém do histórico poético do cancioneiro de Renato Russo, a letra de Apóstolo São João narra cena urbana de violência entre versos místicos, mas, no todo, soa confusa:



Apóstolo São João
(Letra de Renato Russo musicada pela Urbana Legion)

Hey
O que que é isso
O que faço aqui?
Me lembro dos meus sonhos
E ainda não dormi


Números romanos, atos e juízes
Êxodo e provérbios
Números romanos, atos e juízes
Êxodo e provérbios


O Apocalipse do Apóstolo São João
Teve tiroteio
Me disseram, eu não vi
Estava desligado
E não dá pra prevenir


Babe, deixa disso
Hey babe deixa disso
Ninguém veio aqui pra se machucar
Foi o Dia da Criança e aí ficou tudo bem

Detenham-no!
É um fugitivo!
Detenham-no!
É um fugitivo!


Bem-vindos à nossa mansão!
Espero que gostem dos seus aposentos...
Teve tiroteio!
Me disseram, eu não vi
Estava desligado
E não dá pra prevenir

É um fugitivo!
É um fugitivo!
Teve tiroteio!
Me disseram, eu ouvi

Estava desligado
E não dá pra prevenir
Babe, deixa disso
Hey babe, deixa disso



(Crédito da imagem: reprodução da página oficial de Renato Russo no Facebook)






sábado, 25 de março de 2017

LEOA TENTA DAR O BOTE EM CARRO DE TURISTAS E CAI EM FOSSO NO MÉXICO


Fontecenapop.virgula.uol.com.br
Edição: Jorge Luiz da Silva
Imagens: Reprodução
Serrinha, BA (da redação Itinerante do Blog MUSIBOL)







Uma leoa do Bioparque Estrella, em Montemorelos, no México, tentou “dar o bote” em um veículo repleto de visitantes.



Um vídeo feito por um turista que visitava o local mostra a felina em posição de ataque. Supostamente incomodada com a presença do veículo e o barulho, ela assume a posição de ataque e salta para tentar alcançar a “presa”.

A leoa acabou caindo no fosso que separa os visitantes da área Serengeti Safari, onde ficam os leões e leoas.

“A leoa está bem. Ela não se machucou, não quebrou nenhum osso”, disse um porta-voz do parque ao jornal Mañana Nacional.

Clique no link abaixo e veja o video




  






sexta-feira, 24 de março de 2017

Por um triz: sabia que os humanos quase foram extintos há milhares de anos?

Texto: Maria Luciana Rincón
Fonte: megacurioso.com.br
Imagens: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL




A atual população mundial soma, aproximadamente, 7,4 bilhões de pessoas. Isso é um bocado de gente — especialmente se pensarmos que, se pudéssemos colocar todo mundo em uma balança, o peso equivaleria a mais de 340 bilhões de quilos.

E isso que, de acordo com a maioria das projeções, a população mundial continua se multiplicando e poderá ultrapassar a marca dos 9 bilhões de habitantes até 2050! Com esses números absurdos em mente, é difícil imaginar que, por volta do ano 70 mil a.C., nós, humanos, quase desaparecemos por completo do planeta. Entretanto, segundo Robert Krulwich, do portal npr, a nossa espécie não foi extinta por um triz!




Foi por pouco

De acordo com Robert, estudos revelaram que há milhares de anos os seres humanos chegaram a somar míseros mil adultos em idade reprodutiva — e inclusive existe uma pesquisa (bem pessimista!) que concluiu que esse número chegou a ser de 40 pares apenas. No mundo inteiro. Somente.

Contudo, Robert argumenta que o mais provável é que a população de Homo sapiens tenha sofrido uma dramática queda, e um número entre 5 mil e 10 mil indivíduos tenha restado na face da Terra — divididos em humildes grupos de caçadores e coletores que conseguiram resistir até que, no final da Idade da Pedra, a nossa espécie começou a mostrar sinais de recuperação. “Como uma coisa dessas foi acontecer?”, você deve estar se perguntando.

Historum
Erupção megacolossal

Pode ser que você nunca tenha ouvido falar a respeito de um supervulcão chamado Toba. Localizado em Sumatra, na Indonésia, ele entrou em erupção — adivinhe! — por volta de 70 mil a.C. e resultou na liberação de cerca de 2,8 mil quilômetros cúbicos de material na atmosfera terrestre.



Para você ter uma ideia da dimensão do problema, o Vesúvio, que provocou a destruição de Pompeia por volta de 79 a.C., expeliu três quilômetros cúbicos de rochas pulverizadas na atmosfera, e o Tambora, que entrou erupção em 1815 e matou mais de 70 mil pessoas, expeliu 80 quilômetros cúbicos de material.

A explosão do Toba foi a maior já registrada no planeta e resultou no acúmulo de seis centímetros de cinzas por todo o sul da Ásia, Oceano Índico e no Mar Arábico e da China Meridional — que podem ser verificados até os dias de hoje em depósitos geológicos.


Consequências catastróficas

Traditional Games

Segundo as estimativas, a quantidade de vapor, cinzas e poeira liberada na atmosfera resultou na redução da intensidade da luz solar durante seis anos, além de bagunçar o ciclo de chuvas sazonais, “entupir” nascentes e cobrir quilômetros e mais quilômetros de áreas vegetadas com material vulcânico.

Com isso, plantas e árvores frutíferas foram morrendo, os animais foram se tornando mais escassos, e os humanos que ocupavam o leste da África — região situada do outro lado do Índico a partir do Monte Toba — provavelmente começaram a morrer de fome. Além disso, é provável que a supererupção tenha contribuído para fazer cair ainda mais a temperatura do planeta, que se encontrava em período de glaciação.

De acordo com alguns especialistas, existem evidências de que a temperatura média da Terra chegou a despencar mais de 20 °C em determinadas regiões. Assim, não é demais imaginar que a vegetação que cobria os verdejantes prados africanos foi encolhendo, bem como a disponibilidade de alimentos, e as populações dos nossos antigos ancestrais foram diminuindo com eles — e foi por bem pouco que eles não desapareceram por completo.

 emaze
Por sorte, segundo Robert, os humanos resistiram. Contudo, demorou até que conseguíssemos chegar a 1 bilhão de habitantes — quase 200 mil anos, para sermos mais precisos, em 1804. De lá para cá, a população mundial vem passando por um período de notável crescimento, mas é inegável que o evento que quase nos levou à extinção não deixa de ser um sinistro lembrete de nossa vulnerabilidade como espécie.



Há mais de 70 mil anos, foi a explosão de um supervulcão quem nos levou a quase desaparecer da face da Terra. Quem garante agora que uma pandemia, fortes mudanças climáticas, conflitos armados por recursos pouco abundantes ou — por que não — uma grande catástrofe natural não voltará a ameaçar a nossa existência?

***




Wikipedia




quarta-feira, 22 de março de 2017

Cobra de 1,21 m trabalha como massagista em salão de beleza na Alemanha.

Fonte: seconectabahia.com (By SCB)
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL



Curiosidade:

Um salão de beleza na Alemanha contratou uma funcionária diferente para fazer massagem das clientes. Trata-se de uma cobra piton de 13 anos, que se enrola no pescoço das pessoas, dizem, dando uma sensação de bem-estar. Segundo Frank Doehlen, dono do salão Haar Mode Team, na cidade de Dresden, a tal cobra se chama Monty. A ideia da massagem veio após uma viagem à África do Sul, onde o empresário viu a técnica sendo empregada





Por incrível que pareça, Monty vem fazendo muito sucesso no salão. A cobra agora ‘trabalha’ duas vezes na semana para poder atender à alta demanda de clientes

Tenho o pescoço tenso por trabalhar limpando chaminés. Monty faz bastante força em mim e isso tem surtido efeito. Vou voltar sempre”, afirmou Flora Magdalena, cliente da cobra, ao jornal “Bild”





terça-feira, 21 de março de 2017

Moradores abrem barriga de crocodilo e encontram criança que animal havia comido

Fonte: jc.ne10.uol.com.br
Fotos: Reprodução YouTube
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL

Foto: Reprodução/YouTube


Um vídeo que está circulando nas redes sociais vem chocando os internautas. As imagens mostram moradores da região de Mushumbi Pool, Zimbábue, abrindo um crocodilo. Eles haviam capturado o animal sob a suspeita que ele tivesse comido uma criança de 8 anos.

O ataque aconteceu no rio Hunyani na última segunda-feira (13). No dia seguinte moradores mataram o crocodilo baleado e ao abrir o réptil a suspeita foi confirmada: restos do garoto foram encontrados no estômago do animal.


Foto: Reprodução/YouTube


De acordo com o site Bulawayo24 News, os restos mortais da criança foram enterrados na quarta-feira (15).

Atenção: apesar de áreas sensíveis censuradas, as imagens podem causar desconforto em algumas pessoas:






segunda-feira, 20 de março de 2017

Trio Nordestino pega 'Carcará' com Lucy Alves em single de CD do grupo

Texto: Mauro Ferreira
Fonte: G1.Globo.com/
Imagens: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL



Em atividade desde 1958, quando foi fundado por Lindú (voz e sanfona), Coroné (zabumba) e Cobrinha (triângulo) na cidade de Salvador (BA) para tocar com Luiz Gonzaga (1912 – 1989), o Trio Nordestino permanece em cena – com integrantes que descendem da formação original criada há 59 anos – e se prepara para lançar entre abril e maio o álbum Trio Nordestino canta o Nordeste.




O primeiro single desse álbum junta o Trio Nordestino – atualmente integrado por Luiz Mário (filho do fundador Lindú, na voz e no triângulo), Coroneto (neto do também fundador Coroné, na zabumba) e Beto Sousa (apontado como afilhado de Lindú, na sanfona) – com a cantora e sanfoneira paraibana Lucy Alves em registro de Carcará (João do Vale e José Cândido, 1965), música associada à voz teatral de Maria Bethânia.

(Crédito da imagem: capa do single Carcará, do Trio Nordestino com Lucy Alves)





quinta-feira, 16 de março de 2017

Mallu Magalhães finaliza quarto disco de estúdio, gravado com voz e violão

Texto:  Mauro Ferreira.
Fonte: g1.globo.com/musica
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL



Com a postagem de foto em rede social com a legenda "disco novo quase quase", Mallu Magalhães revela que finaliza neste mês de março de 2017 o quarto álbum solo de estúdio de discografia iniciada em 2008.

A cantora, compositora e instrumentista paulistana – desde 2012 radicada em Lisboa, Portugal – retomou em fevereiro as gravações do sucessor do CD solo Pitanga (2011).

Intitulado Saudade, o álbum de músicas inéditas e autorais está sendo feito no formato de voz e violão – como sinalizou a primeira música do disco, o samba Casa pronta (de arquitetura bossa nova), lançado pela artista em single e clipe em agosto de 2016.

(Crédito da imagem: reprodução de foto do Instagram de Mallu Magalhães)




terça-feira, 14 de março de 2017

Marina abre parceria com Letícia Novaes em álbum feito com Kunz

TextoMauro Ferreira
Fonte: G1.Globo.com
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL



Marina Lima inaugura parceria com Letícia Novaes no álbum de músicas inéditas que está gravando com a colaboração do compositor, instrumentista e produtor musical Arthur Kunz, do Strobo, duo paraense com o qual Marina já vem fazendo conexões musicais.

Marina pediu a Letícia uma letra.

Projetada na cena indie carioca como integrante do extinto duo Letuce (formado com o ótimo guitarrista Lucas Vasconcelos), Letícia assina com Marina (de quem sempre foi admiradora) e com Kunz uma música finalizada esta semana para o álbum que sucederá Clímax (2011) na discografia de estúdio da artista revelada na década de 1970.

Cabe lembrar que, como forma de mostrar reverência à obra de Marina, o duo Letuce regravou Acontecimentos (Marina Lima e Antonio Cicero, 1991) no primeiro álbum, Plano de fuga pra cima dos outros e de mim (2009). O duo Letuce também homenageou Marina Lima em edição do programa Som Brasil, da TV Globo.

(Crédito da imagem: reprodução de foto do Facebook de Letícia Novaes)






JOLUSI FM

JOLUSI FM
A rádio web que toca os sucessos de sempre.

JOLUSI FM

MAPA DE ACESSOS

ON LINE

TYNT

Total de Visitas

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS
DE SERRINHA PARA O MUNDO