Pages

Subscribe:

RÁDIO WEB EM DOSE DUPLA

RÁDIO WEB EM DOSE DUPLA
Tocando o Sucesso de Sempre

JOLUSI AM (Rádio web) 2017

A rádio web JOLUSI AM também está nesse endereço. Agora com áudio e video. Clique no PLAY para ouvir a música.

sábado, 19 de agosto de 2017

Quiosque do Rock in Rio é inaugurado em Copacabana

Fonte: G1.Globo.com
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL


Espaço conta com diversas atrações, além da venda de artigos temáticos do evento, para animar o público que espera o início do festival. Por RJTV


Faltando menos de um mês para o início do Rock in Rio, a orla de Copacabana, na Zona Sul do Rio, ganhou um quiosque exclusivo do evento. O espaço, inaugurado na sexta-feira (18) na altura do posto 5, conta com diversos produtos temáticos do evento à venda.




A escolha de Copacabana para receber o quiosque tem razão de ser. Trata-se de uma das praias mais famosas do mundo, que atrai milhares de turistas todos os anos. E são justamente os turistas que formam a maior parte do público esperado para o Rock in Rio. Cerca de 60% dos ingressos do evento foram vendidos para pessoas de fora do Rio.



No quiosque contará com diversas atrações. De quinta a domingo, por exemplo, haverá sempre um DJ animando quem passa pelo local.

Rock in Rio inaugura quiosque oficial em Copacabana









quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Dores físicas podem estar ligadas a problemas emocionais

Texto: Natália Nocelli  
Fonte: Eu Sem Fronteiras
Imagens: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL



Saúde Integral

Você já parou pra pensar que suas dores no corpo podem estar diretamente ligadas aos seus medos, dificuldades, ansiedades e qualquer outra questão emocional? Pois é, a mente e o corpo conversam mais entre si do que podemos imaginar.

Saiba como se livrar das dores físicas, sem remédios, apenas curando o seu interior:

Dor de cabeça

Você tem pensado constantemente em alguma coisa e sua mente acaba ficando ocupada o tempo todo, causando dores. Livre-se disso, resolva os problemas, tome as decisões necessárias.




Dor de garganta

Esta é uma das mais comuns. Reflita… Está com dificuldades para perdoar alguém ou até mesmo para se perdoar? Perdoe, vai te fazer muito bem.

Barriga

Dores na barriga ou no estômago significa que realmente algo não “desceu” muito bem. Você ainda não conseguiu digerir alguma emoção ou fato que aconteceu nos seus últimos dias.

Tórax

Angústia pode causar dores e apertos no peito. Problemas nessa região também podem estar ligados diretamente a depressão.






Pés

Dificuldades para se apoiar e estabelecer sua base. Lembre-se sempre que, pensamentos positivos podem te fazer “voar” para longe de toda negatividade.

Pescoço

Dores no pescoço também são muito comuns e estão associadas aos nossos traumas e todos os sentimentos que marcaram negativamente nossa vida.

Braços e pernas

O que você almeja alcançar? Será que está dando passos maiores que a perna? Ou passos muito curtos para um caminho muito longo? Dores nos braços e nas pernas estão ligadas ao alcance de objetivos e sonhos.

Mãos

Pode indicar dois problemas: dificuldade pessoal em realizar algo que já está ao seu alcance ou ainda dificuldade em estreitar laços de amizade.
 


Quadril

O quadril representa nossa estrutura e pode estar associado com dificuldades de agir no trabalho, em família, relacionamentos e etc.

Coluna

Dores na coluna estão ligadas a sustentação do corpo. Se a dor for próxima do quadril, está relacionada a problemas com a família; se a dor estiver centralizada no meio da coluna, está ligada a postura errada da pessoa; agora se a dor for próximo a parte cervical, pode ser associada a problemas de estresse.

Articulações

Procure não ser tão rígido em seus pensamentos, faça como os músculos e articulações, seja flexível. Essas dores também podem estar ligadas a bloqueios de sentimentos como choros e raivas.

Joelho

Seu orgulho também pode te causar dores físicas. Lembre-se que errar é humano, perdoe o erro dos outros, perdoe seus erros e aceite com mais facilidade as diferenças.

Cotovelo

Se você tem dificuldades para lidar com mudanças, comece a trabalhar sua mente para aceitá- las com mais facilidade, do contrário você vai ter constantemente dor de cotovelo.

Tornozelo

Não se cobre tanto, seja mais flexível com você.

Olhos

Literalmente está ligado a aquilo que você enxerga ou o que você não quer enxergar referente a sua vida.




Ouvidos

Também está ligado ao sentido. Por vezes escutamos coisas que não queremos e as dores de ouvido podem estar associadas a isso.

Dentes

As dores de dente estão ligadas principalmente a problemas familiares, algo que não está te agradando.

Por fim, lembre-se de que nosso corpo é movido por energia, deixe a negatividade de lado e viva melhor, sem dores e sem ressentimentos.



 Imagens: Alguns são de arquivo pessoal; outras foram garimpadas na internet, através do Google.com.br



sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown anunciam novo álbum dos Tribalistas e mostram quatro inéditas

Fonte: G1.Globo.com
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL





Quinze anos após união para projeto, trio apresenta canções inéditas e divulga trabalho em rede social.


Os Tribalistas estão mesmo de volta. Em 2016, alguns burburinhos davam indícios da retomada do projeto de Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown.

E na quinta-feira (10), o trio usou as redes sociais para divulgar quatro músicas inéditas: “Diáspora”, “Um só”, “Fora da memória” e “Aliança”. Elas farão parte do novo disco dos Tribalistas e ganharam clipes que mostram imagens dos artistas em estúdio.

Tribalistas estão de volta: Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown. Por G1 (Foto: Reprodução/Instagram)


MAURO FERREIRA: Quatro singles dão prévias do álbum dos Tribalistas


Os três usaram as redes sociais também para divulgar uma foto em que posam juntos. "Juntos somos um só" era a frase usada por eles, fazendo referência não só ao retorno, mas também ao refrão da novata "Um só". "A música fala da convivência com as diferenças. A gente vê um momento que está tudo muito dividido e a gente gosta de poder juntar as coisas e poder conviver com os paradoxos e viver nossas contradições", explicou Arnaldo.


Tribalistas estão de volta: Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown. Por G1 (Foto: Reprodução/Instagram)


Antes de divulgar os clipes, o trio ainda fez uma live no Facebook, apresentando as músicas ao vivo e dando mais detalhes do projeto. "Não é volta dos Tribalistas, porque os Tribalistas nunca foram. A gente sempre esteve aí", afirmou Arnaldo.

Marisa contou que eles sempre fizeram trabalhos juntos nos últimos 15 anos e encontros para composições, mas sem pretensão para um disco. "E há um ano e meio surgiu o desejo de fazer um registro juntos. Temos mais músicas juntos, mas essas pareciam mais potentes com a gente junto", contou Marisa.



Brown brincou também que não aguentava mais mentir para os amigos e dizer que não haveria um novo álbum.

Os artistas explicaram no live que os músicos e a equipe técnica que estiveram no primeiro álbum, são os mesmos do novo trabalho. "Tem mais semelhanças do que diferenças", explicou Marisa.

Além das quatro inéditas, o disco terá outras seis músicas. “Até o fim do mês de agosto, vem o resto todo”, contou Marisa. "A gente já esperou quinze anos, isso não é nada", brincou a cantora sobre a ansiedade dos fãs em conhecer as outras faixas.

Ouça as músicas inéditas dos Tribalistas no Facebook http://bit.ly/2urQfyu 






segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Turma do Pagode regrava hits do Exaltasamba com Chrigor e Péricles

Texto: Mauro Ferreira
Fonte: G1.Globo.com
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Praia do Forte, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL

(Crédito da imagem: Turma do Pagode com Chrigor e Péricles. foto de divulgação


Após lançar a música inédita Cobertor de orelha, a Turma do Pagode apresenta mais uma faixa do vindouro álbum Misturadin, gravado ao vivo em show restrito a convidados e feito em 12 de junho no estúdio NaCena, na cidade de São Paulo (SP). Trata-se de medley com três sucessos do Exaltasamba, regravados pela Turma do Pagode com Chrigor e Péricles, ex-vocalistas do grupo de pagode projetado na década de 1990. Desliga e vem (Délcio Luiz e Ronaldo Barcellos, 1997), Gamei (Délcio Luiz e André Renato, 1996) e Gandaia (1994).


No disco ao vivo Misturadin, a Turma do Pagode – grupo paulistano formado por Leiz (tantã e voz), Caramelo (banjo e voz), Rubinho (pandeiro e voz), Marcelinho TDP (cavaquinho e voz), Leandro Filé (violão e voz), Fabiano Art (surdo), Neni Art (repique de mão, pandeiro e cuíca) e Thiagão (reco-reco) – recebe convidados para reviver hits de outros grupos de pagode.

O time reúne vários cantores do gênero. Participam Belo (no medley que junta Não foi à toa e Momentos), Leandro Lehart e Márcio Art (dupla do Art Popular que regravou Você em mim e Ôa Ôa com a Turma do Pagode), Netinho de Paula (no medley com Beijinho geladinho e Pagode na Cohab) e Reinado (em Brilho no olhar, Agora viu que me perdeu e chora e Retrato cantado), entre outros nomes.

Misturadin vai ser lançado somente no formato de CD e em edição digital. Não haverá DVD.






quarta-feira, 2 de agosto de 2017

'Joanne World Tour': Turnê de Lady Gaga começa no Canadá e fãs comemoram

Fonte: G1.Globo.com
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL


Lady Gaga canta na edição deste ano do festival americano Coachella (Foto: Reuters )




Cantora americana vai se apresentar no Rock in Rio
 no dia 15 de setembro.


A "Joanne World Tour", de Lady Gaga, começou nesta terça-feira (1) em Vancouver, no Canadá. E os fãs comemoraram o início da sétima turnê da cantora americana, que passará pelo Rock in Rio no dia 15 de setembro.

Os fãs fizeram a hashtag #JOANNEworldtour ficar entre as mais comentadas do Twitter e de outras redes sociais. No Twitter, a tag especial em que aparece um pequeno emoji da cantora com seu chapéu rosa, como na capa do disco "Joanne", voltou a ficar disponível para uso.






terça-feira, 1 de agosto de 2017

Anitta e Pabllo Vittar cantam e dançam no clipe de 'Sua cara', de Major Lazer

Fonte: G1.Globo.com/
Fotos: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL



 Faixa do trio de DJs formado por Diplo, Jillionaire e Walshy Fire ganhou vídeo neste domingo (30).




Anitta e Pabllo Vittar são as grandes estrelas do clipe de "Sua cara", música do trio de DJs Major Lazer, lançado neste domingo (30). Cantoras foram até o Marrocos gravar sua participação.

(assista ao vídeo)


A faixa junta as batidas eletrônicas do trio formado por Diplo, Jillionaire e Walshy Fire com a letra toda em português cantada por Anitta e Pabllo.





sexta-feira, 28 de julho de 2017

Agropecuária gerou mais de 36 mil novos postos de trabalho em junho

Texto: Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil
Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br
Imagens: Reprodução
Edição e arte: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL




Agricultura

Em termos de geração de empregos, a agropecuária teve o melhor saldo entre os setores econômicos, com 36.827 novos postos, conforme os últimos dados do Cadastro Geral de Empregados e DesempregadosArquivo/Valter Campanato/Agência Brasil

Esta semana foi marcada por importantes datas referentes à agricultura brasileira, culminando hoje (28/07) , no Dia do Agricultor. O setor, que é um dos principais da economia do país, engloba desde o agronegócio a agricultura de subsistência, envolve também movimentos sociais, indígenas, quilombolas, agricultores familiares, em uma produção capaz de abastecer grande parte do mercado interno e ter desempenhos de destaque no mercado externo.



A Lei que instituiu a agricultura familiar no Brasil, Lei nº 11.326/2006, completou 11 anos na segunda-feira (24). Na terça-feira, foi comemorado o Dia da Agricultura Familiar. 

Os dados do setor são representativos. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apesar da crise, o setor agropecuário como um todo teve um avanço de 1% do Produto Interno Bruto (PI B) no primeiro trimestre deste ano. O PIB do setor cresceu 13,4% na comparação com o último trimestre do ano passado, no melhor desempenho em termos trimestrais desde 1996.

Em termos de geração de empregos, a agropecuária teve o melhor saldo (diferença entre admissões e demissões) entre os setores econômicos, com 36.827 novos postos, conforme os últimos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Além da agricultura, apenas a administração pública teve saldo positivo, de 704 novos postos. Os demais setores tiveram mais demissões que admissões.

Já a agricultura familiar faz a comida chegar até a mesa de cada brasileiro; produzindo mais 50% dos produtos da cesta básica.





“O agricultor, além de fazer a diferença para a produção, é quase um geneticamente modificado, porque tem muita coragem de pegar todos os seus recursos do ano, jogar no chão como semente, esparramar bem - não tem jeito de juntar - e depois ficar ali, torcendo para chover, para não chover, para receber na hora de vender. É um cidadão muito corajoso, que faz muita diferença para a humanidade", diz o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi.

Para este ano é esperada uma safra recorde de grãos, com a produção de 237,2 milhões de toneladas, um aumento de 27,1% ou 50,6 milhões de toneladas frente às 186,6 milhões de toneladas da safra passada, de acordo com a última estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento.

Esses agricultores ocupam um quarto da terra agrícola, mas produzem 87% da mandioca do país, 69% do feijão, 59% dos porcos, 58% dos lácteos, 50% dos frangos, 46% do milho, 33,8% do arroz e 30% do gado do BrasilAntonio Cruz/Agência Brasil

Segundo dados do último Censo Agropecuário, a agricultura familiar representa 84,4% dos estabelecimentos agropecuários brasileiros e é o setor responsável pela base econômica de 90% dos municípios com até 20 mil habitantes e responde por 38% do valor bruto da produção agropecuária nacional.

Esses agricultores ocupam um quarto da terra agrícola, mas produzem 87% da mandioca do país, 69% do feijão, 59% dos porcos, 58% dos lácteos, 50% dos frangos, 46% do milho, 33,8% do arroz e 30% do gado do Brasil.

"O agricultor familiar tem um papel importante no desenvolvimento do nosso país, conquistou [desde o governo de Fernando Henrique Cardoso] políticas públicas e reforçou economicamente o setor. Tivemos uma melhora significativa nas condições de vida do agricultor familiar", diz o coordenador-geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Brasil, Marcos Rochinski.

Rochinski, no entanto, diz que o setor está preocupado com a perda de benefícios devido à extinção do Ministério do Desenvolvimento Agrário, transformado no governo de Michel Temer na Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário e no contingenciamento de recursos, que de acordo com a Confederação, chegou a 47% em determinadas políticas.

"Nossa posição é tradicionalmente mais comemorativa, mas esse ano é mais de protesto, para trazer a tona que estamos perdendo os investimentos. Não é à toa que alguns números começam a dizer que a fome volta a assolar e ser presente no meio rural, coisa que tínhamos conseguido eliminar. Tivemos melhoras significativas, mas nesse momento, estão todas em risco", diz. 

Segundo a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, foram disponibilizados R$ 30 bilhões para serem investidos na safra 2017/2018, como prevê o Plano Safra da Agricultura Familiar 2017/2020, lançado em maio deste ano. "Acreditamos que há um aumento na participação da agricultura familiar no contexto geral da agricultura brasileira. Para se ter ideia, o Pronaf [Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar], em 2006, disponibilizava R$ 7 bilhões, hoje, são R$ 23 bilhões. Triplicou em dez anos", ressalta o subsecretário da Secretaria de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, Everton Augusto Paiva Ferreira.

Disputas

O campo também é palco de disputas. Esta semana, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) encampou a Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária, que teve início no último dia 25. O movimento ocupou terras do ex-deputado e ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), do empresário Eike Batista, do ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Ricardo Teixeira e do grupo Amaggi, da família de Blairo Maggi, entre outras.





Em nota, o MST diz que ocupou terras de pessoas acusadas, no cumprimento de função pública, de atos de corrupção, como lavagem de dinheiro, favorecimento ilícito, estelionato e outros.

O movimento, que tem suas origens em organizações que existem no país desde meados do século 20, reúne hoje cerca de 350 mil famílias, segundo o próprio MST. O grande assunto é a reforma agrária, com a desapropriação ou compra de latifúndios improdutivos pela União e redistribuição das terras para famílias que deverão usá-las como meio de sustento. Segundo o MST, isso permitirá a reestruturação não só da concentração da propriedade da terra no Brasil, mas do jeito de produzir.







segunda-feira, 24 de julho de 2017

Clássico de Gervásio Lobato, 'Lisboa sem camisa', regressa às livrarias

Fontedn.pt/lusa/ noticiasaominuto.com
Imagens: Reprodução / © Getty Images
Edição e arte: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante do blog MUSIBOL)

O romance "Lisboa Sem Camisa", de Gervásio Lobato, publicado originalmente em 1882, foi reeditado pela Guerra e Paz, porque "é uma acutilante paródia, um verdadeiro clássico do cômico", justificam os editores.


O romance, que é a segunda parte de "Comédia de Lisboa", que Lobato apontava como um título, que abrigava "estudos humorísticos da vida lisboeta", e foi resistindo ao tempo com sucessivo interesse do público. Em 1961, o realizador Herlander Peyroteo adaptou-o a série televisiva, que contou com os desempenhos, entre outros, de Manuel Lereno e Couto Viana

Todavia, hoje era "uma obra esquecida, afastada do panorama literário português", afirmam os editores, argumentando que era "urgente voltar a ser lida e relida".

O título, sublinham, "é desde logo sugestivo" e uma "ameaça": "a capital será despida, ficará em camisa", a peça de roupa que, no século XIX, período que aborda o romance, "nunca se despia nem sequer para ir dormir".







A obra cuja narrativa aborda, como recordam os editores, "a decadência da nobreza, a ascensão da burguesia, o aparecimento de profissões liberais, o início da industrialização", e "tudo é passado a pente fino".

"Lisboa Sem Camisa" é, afiram os editores, "o folhetim-crónica que conta as peripécias da família Antunes, oriunda do Algarve, que se instala em Lisboa, na rua dos Fanqueiros, pelas oportunidades que o funcionalismo público permitia no final do século XIX".

As "personagens expõem os seus comportamentos ridículos, sendo a realidade satirizada com destreza". Aliás, Pinheiro Chagas, na época, elogiara a "espontaneidade do estilo e do espírito" de Gervásio Lobato.






Para os editores, "as figuras de Lobato estão vivas, até no peculiar modo de falar", e sobre esta obra cómica, citam o escritor Eça de Queiroz, que afirmou que "o riso é a mais antiga e ainda terrível forma de crítica".

Gervásio Lobato (1850-1895) natural de Lisboa, onde morreu, fundou aos 15 anos o jornal literário A Voz Académica. Sempre ligado ao mundo dos jornais, destacou-se como autor de folhetins - "Lisboa Sem Camisa" começou aliás, por ser publicado, por 'episódios', no suplemento Vida de Lisboa, do Diário da Manhã, sob o pseudónimo de Gilberto.

"Dotado de uma graça inesgotável", escrevem os editores, Gervásio Lobato foi também autor de teatro, tendo apresentado com regularidade as suas peças no Teatro do Ginásio, ao Chiado, em Lisboa.

Em 1892, quando levou à cena, "O Festim de Baltasar", foi agraciado pelo rei D. Luís com o grau de oficial da Ordem de Sant'Iago.

A Guerra e Paz publicou também "As Aventuras de Huckleberry Finn (O Companheiro de Tom Sawyer)", do norte-americano Mark Twain (1835-1910), numa tradução para português de Miguel Nogueira.


O autor, refere o tradutor, é apontado por muitos como "o pai da literatura americana".

Esta obra foi publicada pela primeira vez, no Reino Unido, em 1884, e no frontispício esclarece que a ação narrativa se passa no Vale do Mississípi, nos Estados Unidos, e há "45 anos atrás".









JOLUSI FM

JOLUSI FM
A rádio web que toca os sucessos de sempre.

JOLUSI FM

MAPA DE ACESSOS

ON LINE

TYNT

Total de Visitas

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS
DE SERRINHA PARA O MUNDO